Noticias

Prefeito decreta luto oficial pelo falecimento de Ermildo Tiosso

Homenagem prevê bandeiras a meio mastro por três dias em repartições municipais

Prefeito decreta luto oficial pelo falecimento de Ermildo Tiosso

O prefeito Vanderlei Marsico declarou luto oficial de três dias no município de Taquaritinga pelo falecimento de Ermildo Tiosso. Na homenagem, lembra os serviços prestados à cidade como alfaiate, contador, empresário, vereador, vice-prefeito, presidente da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia e Maternidade “Dona Zilda Salvagni” e membro da Loja Maçônica “Líbero Badaró”.

A decisão foi publicada nesta sexta-feira em edição extraordinária do Diário Oficial.

Homenagem

Filho de João Tiosso e de Dona Regina Belentani Tiosso, Ermildo nasceu em Taquaritinga, no dia 15 de setembro de 1924. Casou-se com Catharina Parise Tiosso, conhecida por Dona Nina, desse matrimônio nasceram os filhos: Regina Maria, João Alberto, Rita de Cássia e Ana Maria.

Ermildo trabalhou como alfaiate durante o período em que estudava na Escola de Comércio de Taquaritinga, pela qual se formou em Contador em 1942, aos 18 anos de idade.

Entre 1943 e 1960, exerceu a profissão de Contador nas cidades de Taquaritinga, Tanabi e Santa Adélia. De 1961 a 1970 trabalhou com compra e venda de algodão e cereais.

Nato empreendedor, no ano de 1971 implantou em Taquaritinga a empresa Tavel, comércio no ramo de automóveis com o qual permaneceu até 1972. No ano seguinte passou a integrar um grupo de colonização - Coloama - em Sena Madureira, no Estado do Acre, por um período de sete anos.

Em 1981, Ermildo e Dona Nina adquiriram uma franquia do MEC - Ministério da Educação, estabelecimento para a venda de material escolar, a partir daí, passou a ser chamado carinhosamente pela criançada de “Seu Mec”.

Homem sempre ativo e atento às mudanças do mercado, formou-se em Técnico em Transações Imobiliárias em 1987, pelo Colégio “Pre-Pan”, da cidade de São Paulo.

Grande apaziguador político, foi vereador por 8 anos junto à Câmara Municipal de Taquaritinga. No ano seguinte deixou o Legislativo para se eleger vice-prefeito, na chapa do candidato a Prefeito, Professor Waldemar D'Ambrósio, exercendo o mandato de 1973 a 1976.

Membro da Maçonaria Libero Badaró" desde 27 de abril de 1951, atuou junto à Santa Casa de Misericórdia de Taquaritinga entre os anos de 1980 e 2003.